11 de dez de 2018

[BUMBLEBEE: O FILME] - Crítica do filme por um "Fã das Antigas"

Saudações Cybertronianas...


No dia 05 Dez 2018 o editor do Transformers Dioramas - Brazilian Fansite foi convidado pela Paramount Pictures para assistir em uma sessão super exclusiva (haviam apenas 14 pessoas na Sala de Cinema) o novo longa-metragem BUMBLEBEE e a sua opinião de fã - sem spoiler, obviamente - sobre o novo filme é a seguinte:

"Já há tempos que como fã queria ver Bumblebee em sua forma G1 de fusquinha amarelo nas telas de cinema e a surpresa foi grande quando as primeiras fotos revelaram que ele realmente voltaria a ser. Mas falando especificamente sobre o filme... O ar do filme tem uma pegada oitentista com uma trilha sonora que faz você que é da época cantar junto. Já no começo do filme Travis Knight busca a atenção dos fãs com uma sequência de cenas estonteantes de tirar o fôlego. É tanta informação, que você fica num misto de Oh!... Ah!... Nossa!, por quase uns 4 ou 5 minutos.

As transformações estão mais visíveis, mas é fácil notar influências dos filmes anteriores dirigidos por Michael Bay, afinal ele foi pioneiro ao trazer os robôs cybertronianos para cinema e, por isto, não teria como não se tornar uma referência, incluindo-se, tanto em algumas tomadas, como na própria trama principal do filme.

Hailee Steinfeld como Charlie cumpre super bem o seu papel e a química entre ela e Bumblebee flui muito naturalmente. Bumblebee está mais próximo daquela visão que temos dos desenhos animados (O Amigão), mas em certos momentos do filme, vemos o quão perigosos os Transformers - sejam eles Decepticons ou Autobots - podem ser para os humanos.

O filme Bumblebee brinca, por várias vezes, com o inconsciente coletivo dos fãs, trazendo diversas referências, dos mais variados filmes clássicos da década de 80, incluindo referências sonoras das gerações anteriores de Transformers. E as cenas em Cybertron, bem... Cybertron tem traços que relembram os games War for Cybertron e Fall of Cybertron, só que infinitamente melhorados. Minha dica é: Tentem não piscar durante as cenas em Cybertron, para não correr o risco de perder algum detalhe.

Pois bem, eu já mencionei que a trilha sonora está o máximo?! Já?! Bem, é sério... A trilha sonora está PERFEITA! As letras das músicas se encaixam com precisão em cada cena. Acredite elas complementam a cena e não tem como deixar de rir quando isto acontece.

Outro detalhe... Vale a pena ficar atento a forma como Shatter e Dropkick falam com os humanos, pois suas falas mudam conforme suas intenções e isto faz com que percebamos a virada da trama. Também é importante ficar atento aos nomes dos personagens, pois um dos personagens mais importantes dos filmes dirigidos por Michael Bay, retorna de forma muito sutil, mas já deixa claro que virá a ser alguém grande na história desenvolvida nos filmes de 2007, 2009 e 2011. Outra coisa que muitos têm indagado é se o novo filme seria um Reboot ou prequel dos anteriores e minha resposta é: Sim e Não! Sim, por que vemos que algumas coisas foram mudadas de modo que o novo longa-metragem pode trazer toda uma nova linha temporal para o cinema; e Não, por que temos diversas referências diretas a acontecimentos posteriores vistos nos filmes dirigidos por Michael Bay.

Por fim, acredito que sem sombra de dúvidas Bumblebee seja o melhor filme dos Transformers. Christina Hodson acertou em cheio no roteiro e Knight soube como ninguém captar toda a magia de Transformers que sempre quisemos ver no cinema."


BUMBLEBEE chega aos cinemas brasileiros no dia 25 de dezembro de 2018.

2 comentários:

Vahmp disse...

É ISSO AI! Esses são os Transformers que eu lembro e adorava ver. hehehehehe

Unknown disse...

Ansioso por esse filme... Falta pouco!

Postar um comentário

 
Design by W. Alex. Silva
-