13 de nov de 2018

[SHATTERED GLASS] - O lado obscuro dos Transformers

Saudações Cybertronianas...
Créditos: Cybertron21


"Alguma vez você já pensou nos Autobots como sendo cruéis assassinos? Você acreditaria se eu te dissesse que em algum lugar Megatron é um defensor de toda a vida? Isso e muito mais é o que nos traz o misterioso e obscuro universo TRANSFORMERS: SHATTERED GLASS¹."



"UM MUNDO ONDE OS HERÓICOS DECEPTICONS TENTAM DETER OS MALVADOS AUTOBOTS!"


Em TRANSFORMERS: SHATTERED GLASS Optimus Prime é o líder tirano e sádico dos malignos Autobots. Um cruel e ambicioso vilão cujos planos tem por intuito nada menos que a conquista do universo.

Efetivamente, não é G1. O universo Shattered Glass é um desses "universos negativos" que temos visto nas mais variadas histórias das Revistas em Quadrinhos ou séries animadas, nos quais heróis e vilões invertem os papéis ou têm contrapartes maléficas. E embora para o Multiverso Transformers esta história tenha demorado para ser trazida, ela acabou chegando e se consolidando como um universo muito rico e interessante.

Esta ideia radical teve início na extinta BOTCON do ano de 2008. O evento era organizado pela Fun Publications, que foi responsável por este evento em especial de 2005 a 2016. Como muitos já devem ter conhecimento, a BOTCON oferecia produtos, Comics e figuras exclusivas, somente disponíveis no evento. Justamente por isto, a Fun Publications querendo poder apresentar mais figuras e histórias, sem depender tanto do controle direto da Hasbro, apresentou a ideia do universo "Shattered Glass". Desta forma, a Fun Publications poderia oferecer produtos da Hasbro, mas, tendo, desta vez,  uma gama infinita de novas possibilidades para trabalhar.

A porta de entrada para este novo universo, foi a apresentação da capa de uma Comics que pouco revelava o seu conteúdo. No entanto, leitores mais detalhistas haviam notado no primeiro plano da ilustração, Megatron com traços de Transformers Energon, mas com a uma nova cabeça e novas cores, além é claro, da insígna Decepticon em vermelho, ao invés da clássica cor roxa.


Já de inicio, para tornar tudo bastante interessante, essa primeira história do multiverso se encaixa em outras histórias previamente apresentadas nas Comics da BOTCON. Na história Cliffjumper chega a este novo mundo através de um portal espacial.


Ruckus, um indefeso Decepticon, ao ver Cliffjump fica totalmente horrorizado, vendo o Autobot como ao próprio demônio, mas antes que seja capaz de suplicar por sua vida, o Decepticon é massacrado por um irreconhecível Rodimus Prime, em cores preta e roxa e bigodudo.


Rodimus, então, fala cordialmente com Cliffjumper, a quem diz que acreditava que estivesse morto. Cliffjumper, por sua vez, sem se dar conta que está em uma Cybertron muito diferente da sua, acha que ao atravessar o portal, fora lançado em algum ponto de um futuro de seu próprio universo por algum tipo de disrupção temporal. Mas grande é sua surpresa ao reunir-se com Optimus Prime em uma espécie de caldeira na qual são fundidos os prisioneiros.


Cliffjumper deve ter um dos processadores mais lentos de todos os multiversos, pois mesmo tendo se deparado com tudo isto, ele segue sem se dar conta que está em uma realidade totalmente diferente da sua. Optimus Prime relembra que Cliffjumper era seu leal, sádico e doentio tenente e que todos pensavam que ele estivesse morto. E como presente por seu retorno o convida a fundir alguns inimigos no foço de fundição incandescente a frente deles.

Por fim, ao ver tudo isto Cliffjumper "desperta" ao perceber a loucura de Optimus Prime. O líder dos Autobots dando Cliffjumper como um "caso perdido", ataca e lança o Autobot na lixeira para ver se caso ele sobreviva, volte à razão.


Ferido, Cliffjumper ao acordar, percebe que está sendo socorrido pelos doutores Constructicons, na base do nobre Megatron, líder dos heróicos Decepticons.


Pouco a pouco Cliffjumper vai tomando ciência da verdade. Neste universo Sideswipe é um ex-Autobot que se uniu aos Decepticons farto da loucura de Optimus Prime.

Sideswipe - a quem Cliffjumper menciona ter a voz igual a do Sideswipe de seu próprio universo - reconhece Cliffjumper como alguém diferente daquele que todos conheciam, pois ele sabe que o Autobot de seu universo está "bem morto" e o sinal de energia de Cliffjumper confirma que ele é de um outro lugar.


Sideswipe, então, revela a origem do Optimus Prime desse universo. Ele narra que um obsessivo bibliotecário chamado Optronix, farto do estado de paz de Cybertron fomentou planos para dominar seu mundo. Alterando seu nome para Optimus Prime, iniciou uma retórica de intolerância contra todos os que não estivessem alienados por sua ideologia tirânica e rapidamente ganhou adeptos a sua causa, os quais passaram a se autodenominar como Autobots.



Como todo bom megalomaníaco, Optimus Prime acaba se tornando enlouquecido e somente um nobre Megatron lhe foi capaz de fazer frente, ao desenvolver o processo de transformação, mas que logo também é copiado por Optimus e seus Autobots. E o passo seguinte da por Optimus é a da Arca, construída para permitir ao tirano saquear os recursos energéticos de outros mundos.

Mesmo sem acreditar no que está acontecendo, Cliffjumper aceita acompanhar Megatron em seu ataque contra a base de lançamento da Arca. Se ao menos não puderem destruir a nave, ao menos podem tentar acabar com os meios para sua decolagem. O ataque final está próximo e todos seguem os planos do sábio Starscream. E um honrado Megatron se lança contra um maligno Optimus Prime com todas as probabilidades de vitória contra ele.


Cliffjumper mais confuso do que colecionador de Transformers em uma convenção de My Little Pony, de um lado não consegue conceber como Autobots querem matá-los, enquanto Decepticons lutam para salvar suas vidas. Optimus ao ver Cliffjumper desfere um ataque mortal contra o traidor, mas Megatron se sacrifica para salvá-lo.


O sacrifício de Megatron, finalmente, abre os olhos de Cliffjumper que, então, usa sua arma congelante para destruir a plataforma de decolagem. Os nobres Decepticons saem vitoriosos e os planos de expansão de Optimus Prime ficam impedidos por muitos anos.

Um último disparo deixa Optimus Prime incapacitado, permitindo que Megatron e Cliffjumper retornem a base Decepticon, onde o Autobot profere palavras que achou que nunca um dia iria dizer: "- Pode contar comigo, Megatron!".


Este foi o começo de toda a história que circunda TRANSFORMERS: SHATTERED GLASS, tendo se tornado, rapidamente, um dos arcos históricos favoritos entre os participantes da BOTCON. Outras histórias deste estranho universo foram relatadas em episódios ou aventuras em várias histórias, mas apenas em prosa (textos puros), em algumas tiras especiais e em algumas outras Comics extras.

¹ Vidro Estilhaçado.Nota: Esta matéria foi originalmente publicada em Espanhol no site chileno Cybertron 21.

0 comentários:

Postar um comentário


 
Design by W. Alex. Silva
-